Notícias » Estados Unidos

Avião projetado para sobreviver a uma guerra nuclear é derrubado em acidente inusitado

A aeronave E-6B Mercury teve seu motor destruído e causou um dano de milhões de dólares

Alana Sousa Publicado em 22/10/2019, às 15h00

E-6B Mercury
E-6B Mercury - Josh Plueger/Força Aérea

Em caso de uma guerra nuclear, a Marinha dos Estados Unidos possui a aeronave batizada de E-6B Mercury, que seria capaz de sobrevoar e resistir aos pulsos eletromagnéticos de bombas nucleares. O avião foi criado também para servir como base de comunicação militar.

No cenário de um possível confronto aquático, os sistemas de comunicação desta aeronave permitiria que a Marinha americana trocasse mensagens com submarinos de mísseis balísticos no mar. Segundo o site Military, o Mercury está ainda equipado com uma ferramenta que tornaria viável o lançamento de mísseis balísticos intercontinentais terrestres.

Apesar de todas as características apocalípticas e equipamentos futurísticos, no início de outubro, durante um teste de voo, o avião encontrou seu fim de uma maneira inusitada: em um acidente com um pássaro.

A ave se chocou com a aeronave e derrubou um de seus quatro motores. Tim Boulay, porta-voz da Divisão de Aeronaves do Naval Air Warfare Center, declarou que o incidente pode ser considerado grave, e causou um dano de cerca de 2 milhões de dólares.

A equipe a bordo do avião não se feriu e não se sabe qual espécie de pássaro esteve envolvida na situação. Após o acidente, o motor danificado foi substituído e o Mercury voltou às atividades.