Notícias » Estados Unidos

Avistamentos de OVNIs aumentam mais de 75% na América do Norte

Califórnia, Flórida e Washington foram os três estados com a maior quantidade de registros

Nicoli Raveli Publicado em 06/03/2020, às 09h00

Imagem ilustrativa de um OVNI
Imagem ilustrativa de um OVNI - Getty Images

O número de avistamentos de OVNIs quase dobrou em um ano. Em 2018, 3395 pessoas relataram ao Centro Nacional de Relatórios de OVNIs. No ano seguinte, o número saltou para cerca de seis mil identificações.

Aparentemente, esses relatos estão mais concentrados nos Estados Unidos e no Canadá. A Califórnia, Flórida e Washington foram os três estados com a maior quantidade de registros. Para a surpresa de muitos pesquisadores, Nevada, lar da Área 51, totalizou apenas 70 avistamentos.

De acordo com o diretor da organização sediada em Washington, ainda não se sabe o motivo do número ter aumentado mais de 75% em relação ao ano anterior.

"Um dos mistérios da ufologia é que há uma flutuação no número de relatórios ao longo dos anos", disse ele. "Alguns anos tem sido baixo, mas ficou mais alto recentemente”, afirmou o pesquisador.

Entretanto, Rick Fienberg, porta-voz da Sociedadde Astronômica Americana, relatou que o fato pode ser em decorrência de 180 mil novos satélites que foram implantados no espaço.

"Se você não estiver acompanhando as notícias e não estiver familiarizado com o horizonte, poderá ver por engano um objeto voador não identificado. Pode ser não identificado para você, mas conhecido por outros", comentou Fienberg.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Almanaque de Óvnis, ETs, Alienígenas e Outros Seres Espaciais, de Monica Krausz - https://amzn.to/3am1qhy

O Enigma UFO, de Steven Lawrence - https://amzn.to/2R5Pnxz

Extraterrestres: Onde eles estão e como a ciência tenta encontrá-los, Salvador Nogueira (2012) (Ebook) - https://amzn.to/2POSrwY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.