Notícias » Estados Unidos

Baleia fica encalhada por seis horas em ilha da costa do Alasca

Voluntários prestaram assistência ao animal até que o mesmo fosse libertado

Fabio Previdelli Publicado em 02/08/2021, às 13h41

Imagem aérea da baleia que ficou encalhada
Imagem aérea da baleia que ficou encalhada - NOAA

Na manhã da última quinta-feira, 29, um grupo de marinheiros contou com a ajuda da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) para desencalhar uma orca que havia ficado presa em uma praia rochosa na Ilha do Príncipe de Gales, no Alasca. As informações são da CNN. 

Segundo a NOAA, o animal foi encontrado pelo navio Steadfast. À CNN, um porta-voz da entidade, Julie Fair, informou que "os autorizou a usar uma bomba de água do mar para manter a baleia molhada e todos os pássaros afastados". 

Assim, a tripulação da embarcação cuidou do animal até que a NOAA chegasse ao local. "Às vezes, durante o encalhe, a baleia estava vocalizando e outras baleias foram avistadas nas proximidades", explicou Fair.  

O animal conseguiu finalmente de desprender quando a maré alta atingiu a região na parte da tarde. Segundo o Bay Cetology, um grupo de conservação do Canadá, a orca tinha cerca de 13 anos de anos e já era monitorada por eles, que a identificaram como T146D. 

No mesmo dia que o animal ficou preso, a costa do Alasca foi atingida por um terremoto de magnitude 8,2 atingiu, mas as autoridades não acreditam que isso tenha sido o motivo para fazer a baleia ficar presa. Ao todo, segundo o Bay Cetology, a orca ficou presa por seis horas — esta não é a primeira vez que local é palco de um acidente parecido.