Notícias » Bangladesh

Bangladesh deve aprovar pena de morte em casos de estupro

O alto número de casos de estupro no país gerou uma grande onda de protestos pedindo pela pena de morte para estupradores

Giovanna Gomes Publicado em 13/10/2020, às 10h58

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Pixabay

Uma série de protestos em apoio à pena de morte para estupradores tomou as ruas de Bangladesh na semana passada. As manifestações foram motivadas pelo alto índice de estupros ocorridos por ano no país e também por um caso em específico ocorrido recentemente. Aconteceu que uma mulher de 37 anos foi estuprada e filmada por uma gangue de homens e as imagens viralizaram na internet.

O país onde ao menos 1.000 casos de violência sexual foram registrados somente neste ano vive, segundo declaração da ONU, uma verdadeira "misoginia social, comportamental e estrutural", o que faz com que multidões se indignem e queiram mudanças.

Em resposta aos protestos, o ministro da Lei, Anisul Haq, disse à BBC que o presidente aprovaria a nova lei na terça-feira, 13.

Muitos foram favoráveis à decisão do governo. No entanto, novos casos de estupros de gangues surgiram nos últimos dias, o que faz com que parte das pessoas pense que somente a pena de morte não será eficaz, mas que serão necessárias outras medidas para transformar a sociedade em relação às mulheres em Bangladesh.