Notícias » Caribe

Barbados anunciou a pretensão de destituir a Rainha para se tornar uma república

"Chegou a hora de deixar totalmente para trás nosso passado colonial", afirmou Dame Sandra Mason, governadora-geral da ilha caribenha

Giovanna de Matteo Publicado em 16/09/2020, às 08h32

A rainha Elizabeth II
A rainha Elizabeth II - Getty Images

A Ilha de Barbados, no Caribe, anunciou sua intenção de se tornar uma república até novembro do próximo ano, levando a destituição da Rainha Elizabeth II da chefia do estado. As informações são do portal The Guardian

A medida foi anunciada em um discurso escrito pela primeira-ministra Mia Mottley e lido pela governadora-geral do país, Dame Sandra Mason: “Chegou a hora de deixar totalmente para trás nosso passado colonial. Os barbadianos querem um chefe de estado barbadense.", afirmou. 

Embora o país tenha conquistado sua independência da Grã-Bretanha em 1966, a Rainha continua sendo sua monarca constitucional e chefe de Estado. Esse processo ocorreu na maioria dos países caribenhos, que mantiveram vínculos formais com a monarquia após conquistar a independência.

“Esta é a declaração final de confiança em quem somos e no que somos capazes de alcançar", dizia o discurso em reafirmação à autodeterminação da ilha. Alem disso, o evento para o país se tornar uma república está marcado acontecer no mesmo dia em que se celebrará o 55º aniversário de sua independência. Com tal posição, Barbados se unirá a Trinidad e Tobago, Dominica e Guiana, que também removeram a monarquia britânica de seus países.