Notícias » Entretenimento

Baseada em fatos, minissérie da Netflix 'Nada Ortodoxa' vence Emmy

Série apresenta ao público às crenças e a história judaica de forma surpreendente

Giovanna de Matteo Publicado em 21/09/2020, às 10h25

Foto de pôster oficial da série Nada Ortodoxa
Foto de pôster oficial da série Nada Ortodoxa - Wikimedia Commons

A principal premiação da televisão, a Academia do Emmy 2020, aconteceu no último domingo, 20. A minissérie lançada pela Netflix, "Nada Ortodoxa", ganhou o prêmio de Melhor Direção em Minissérie ou filme para a TV.

Nada Ortodoxa conta a história real de uma judia órfã, residente de uma comunidade ultraortodoxa em Williamsburg, no Brooklyn, que decide fugir para a Alemanha após ter problemas de relacionamento em seu casamento arranjado.

A série retrata a comunidade judia em que Esty (protagonista interpretada por Maria Schrader) vive, no qual mostra as heranças ultraortodoxas que a sociedade carrega consigo.

Entre celebrações judaicas, memórias do holocausto, quipás, perucas e véus que escondem os cabelos das mulheres e rezas, a série apresenta ao público às crenças e a história judaica de forma surpreendente e interessante.

A produção também revela os resultados na mente de uma jovem de 19 anos que decide largar sua vida ortodoxa para viver, pela primeira vez, os encantos de sua independência na cidade de Berlim.

A minissérie conta com 4 episódios que foram inspirados no best seller "Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots", de Deborah Feldman.

Assista abaixo o trailer oficial da série.