Notícias » Curiosidades

Mais lidas: Batata que poderia ser a maior do mundo não é uma batata, declara Guinness

O tubérculo gigante foi encontrado em agosto de 2021 na Nova Zelândia e batizado de ‘Dug’

Redação Publicado em 16/03/2022, às 09h46 - Atualizado em 20/03/2022, às 00h00

O tubérculo 'Dug' da Nova Zelândia
O tubérculo 'Dug' da Nova Zelândia - Divulgação/Vídeo/9News

Um casal da Nova Zelândia havia descoberto, em agosto do ano passado, o que acreditava ser a maior batata do mundo no jardim de sua fazenda. Agora, segundo testes científicos do Guinness World Records, o tubérculo deve ser desclassificado por não ser uma batata de fato. 

A batata estava sendo cotada para ser considerada a maior do mundo segundo o livro dos recordes, a partir de fotos, documentos e até material genético enviados pelos responsáveis pela descoberta, feita nas proximidades de Hamilton.

Colin Craig-Brown, que estava fazendo jardinagem com a esposa, Donna, quando atingiu o alimento com uma enxada, afirmou que o achado tinha aparência e gosto de batata. No entanto, ele estava enganado.

"O que você pode dizer?", lamentou ao jornal britânico The Guardian. “Não podemos dizer que não acreditamos em você, porque demos a eles o material do DNA”.

“Caro Colin”, diz o e-mail enviado pelo Guinness informando as más notícias, “infelizmente, o espécime não é uma batata e na verdade é o tubérculo de um tipo de cabaça. Por esse motivo, infelizmente, temos que desqualificar a aplicação.”

Apelidado de “Dug”, o tubérculo se tornou uma celebridade local, pesando 7,8 kg, o equivalente a dois sacos de batatas comuns. Segundo o Guinness, a maior batata do mundo até agora pesou pouco menos de 5 kg.

“Ele é o maior não-batata do mundo”, brincou Craig-Brown.