Notícias » Entretenimento

Benedetta: Filme com visões eróticas de freira lésbica estreia no Brasil

Polêmica após provocar críticas de religiosos conservadores, a obra conta com o diretor do primeiro "Robocop". Confira o trailer!

Redação Publicado em 15/01/2022, às 16h00

Protagonistas da trama em cena de "Benedetta"
Protagonistas da trama em cena de "Benedetta" - Divulgação / Pathé Distribution

Polêmico por causar manifestações contrárias de católicos, o filme franco-holandês "Benedetta", que aborda o sexo, a violência e os limites da fé estreou nos cinemas do Brasil na última quinta-feira, 13, chamando atenção pelo foco na história de uma freira lésbica com visões eróticas e subversivas.

A obra dirigida pelo cineasta holandês Paul Verhoeven relata a trama da protagonista Benedetta, que passa a se aproximar de uma mulher que pede abrigo no monastério onde a mesma exerce suas funções religiosas. Ao longo do enredo, ambas protagonizam cenas de tortura e nudez, alvos de críticas de conservadores.

Em avaliação pelo portal Splash, do UOL, o colunista Roberto Savoski enaltece que, apesar de chamar atenção, não é uma obra unicamente chocante: “Acontece um gatilho sexual entre elas duas, mas o filme não é só sobre isso. É sobre fé, fanatismo e manipulação de massas por meio da religiosidade”.

Cenas contendo nudez e tortura já são marcas registradas nas obras de Verhoeven, que também dirigiu a versão original de “Robocop” e os filmes "Showgirls", "Instinto Selvagem" e "O Vingador do Futuro". Confira o trailer de "Benedetta" abaixo: