Notícias » Personagem

Bento XVI reconhece erro em depoimento sobre casos de abusos

O ex-papa confirmou que esteve presente em reunião sobre caso de abuso sexual em 1980

Redação Publicado em 24/01/2022, às 12h53

Papa Bento XVI em fotografia
Papa Bento XVI em fotografia - Getty Images

O ex-papa Bento XVIadmitiu nesta segunda-feira, 24, que compareceu, enquanto arcebispo de Munique, a uma reunião ocorrida no ano de 1980, na qual religiosos discutiram sobre um caso de abuso sexual na Igreja. Anteriormente, o papa emérito declarou a investigadores alemães que não havia participado do evento.

Um relatório sobre abusos ocorridos na arquidiocese e que foi divulgado na semana passada denunciou que o ex-papa, à época cardeal Joseph Ratzinger, não agiu contra clérigos em quatro casos de acusações de abuso entre 1977 e 1982. 

Advogados que investigaram o abuso questionaram Bento XVI durante entrevista coletiva realizada na última quinta-feira em Munique sobre sua declaração, em comunicado, de que não se recordava de ter comparecido à reunião que se deu há 42 anos. A afirmação, segundo os profissionais, contradiz documentos aos quais têm acesso.

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, o secretário pessoal do ex-papa, o arcebispo George Ganswein, comunicou nesta segunda-feira, que Bentode fato compareceu à reunião.

A omissão, porém, teria sido "resultado de um descuido na edição do comunicado" e não foi feita "de má fé", disse Ganswein. "Ele sente muito por esse erro e pede para ser desculpado", finalizou o secretário.