Notícias » Brasil

Bial lamenta expressão controversa causada por ele em entrevista com Ronaldo

Em entrevista concedida pelo ex-jogador, o caso polêmico de 2008 com travestis foi comentado pela primeira vez

Redação Publicado em 26/05/2021, às 14h30 - Atualizado às 17h54

Pedro Bial em seu programa 'Conversa com Bial'
Pedro Bial em seu programa 'Conversa com Bial' - Divulgação / TV Globo

A entrevista de Ronaldo ‘Fenômeno’ para Pedro Bial, em seu programa na Rede Globo, ainda está repercutindo na imprensa. Na conversa, que foi ao ar esta semana, o ex-jogador da seleção brasileira comentou o controverso episódio de 2008, no qual foi flagrado com travestis em um motel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Após mais de uma década de silêncio, o ex-atacante afirmou: "Isso já foi falado. É uma coisa que me incomoda, mas só fiz mal a mim mesmo. Eu precisava era da Tabata [terapeuta] naquele momento fazendo a minha terapia. Foi um momento muito difícil, com certeza ligado ao álcool. Foi um momento muito difícil para mim naquela época".

Desta vez foi Bial quem se pronunciou sobre uma fala sua que foi bastante criticada pelos internautas. Na ocasião, o apresentador tratou as travestis com pronome masculino, gerando fúria da comunidade LGBTQIA+.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pedro Bial (@pedrobial)

 

“Não é nem pela reação na internet que venho aqui hoje me penitenciar pelo mau uso, pelo uso infeliz de um artigo, da forma descuidada que eu me referi às travestis. É pela minha consciência, consciência de alguém que eu não preciso fazer um levantamento histórico, mas de alguém que tem uma história de contribuição para a causa trans. Lamento demais ter ofendido a quem quer que seja, isso jamais foi minha intenção”, disse Bial em um vídeo publicado em seu Instagram.

O jornalista ainda concluiu dizendo que “É uma tragédia que o Brasil tem que enfrentar. Então estou aqui para dizer, em primeiro lugar, que contem comigo, sempre, para o bem, para a construção, para a mudança desse estado de coisas. Um grande beijo para todas e todos”.