Notícias » EUA

Biden exige soltura de homem sequestrado pelo Talibã: 'Não é negociável'

Mark Frerichs encontra-se apreendido desde o ano de 2020

Redação Publicado em 31/01/2022, às 09h30

Joe Biden
Joe Biden - Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, exigiu no último domingo, 30, que o Talibã liberte Mark Frerichs, cidadão norte-americano mantido como prisioneiro desde o ano de 2020, caso a atual liderança afegã deseje avançar rumo à "legitimidade".

"Os talibãs devem libertar Mark imediatamente antes de qualquer consideração de suas aspirações à legitimidade. Não é negociável", disse o chefe de Estado. Ele ressaltou que, nesta segunda-feira, 31, completam-se dois anos desde o sequestro do veterano da Marinha americana e engenheiro civil.

"Mark é nativo do Illinois. Um filho, um irmão e sua família suportou dois anos angustiantes", declarou Biden em comunicado, de acordo com informações da AFP.

Conforme a agência de notícias, no mês de agosto de 2020, o FBI ofereceu uma recompensa de cinco milhões de dólares em troca de informações que permitissem o retorno do norte-americano.

Ele foi sequestrado quando os Estados Unidos e os talibãs já se encontravam na fase final das negociações, que culminaram em um acordo histórico no dia 29 de fevereiro, depois de 18 anos de guerra.