Notícias » Estados Unidos

Biden planeja nomear o primeiro homem negro para o cargo de Secretário de Defesa, diz imprensa

Caso confirmado, o general Lloyd Austin será o primeiro negro a chefiar o Pentágono na história dos EUA

Redação Publicado em 08/12/2020, às 09h49

Joe Biden (esq) e Lloyd Austin (dir)
Joe Biden (esq) e Lloyd Austin (dir) - Wikimedia Commons

Segundo informações da agência de notícias AFP, divulgas pelo UOL na manhã desta terça-feira, 8, o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden deve escolher o general norte-americano, Lloyd J. Austin III, para o cargo de Secretário de Defesa. As informações são de canais de imprensa dos Estados Unidos como CNN, ABC e o jornal The New York Times.

Caso a escolha seja confirmada, Lloyd será o primeiro homem negro a se tornar chefe do Pentágono. O general de 67 anos ganhou notoriedade nos EUA após participar da Guerra do Iraque, em 2003. Depois de atuar no cargo de comandante assistente de uma das divisões, o homem chegou a ser o líder das forças dos Estados Unidos que estiveram no Oriente Médio.

Para ser efetivado no possível novo cargo, Austin ainda terá que ser aprovado pelo Congresso — já que a lei norte-americana exige que militares estejam afastados em sabatina por pelo menos sete anos, no caso de Lloyd são apenas quatro.

O homem deixou as forças armadas em 2016 e começou a trabalhar na indústria da defesa. Sabe-se que a aproximação entre o general e Biden é antiga e acontece desde 2008, quando o candidato democrata atuava como vice no governo de Obama.

Sobre Biden 

No dia 7 de novembro, a projeção da agência Associated Press confirmou que o candidato democrata Joe Biden conseguiu atingir 274 delegados — 4 a mais do que o necessário —, sendo eleito o 46º presidente dos Estados Unidos. O presidenciável disputava a vaga contra o republicano Donald Trump, que buscava a reeleição. 

O anúncio da vitória ocorreu após o término da apuração no estado da Pensilvânia. Biden também venceu na contagem de votos totais, com mais de 4 milhões de votos. Veículos como a CNN, The New York Times e NBC também apontaram a vitória do democrata.

Joe Biden não apenas será responsável por tirar o título do ex-apresentador de ‘O Aprendiz’, como também baterá um recorde do antecessor: Será o mais velho a assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos. Trump já havia declarado vitória no dia 4 de novembro, antes mesmo do encerramento da apuração.

Formado em história, ciência política e direito, Biden atuou por algum tempo como advogado antes ir para a área da política. Ele foi um senador bem-sucedido, certa vez tendo até seis mandatos consecutivos. 

As duas últimas vezes que tentou concorrer à presidência, não teve sucesso. Foi nessa segunda tentativa, inclusive, que ele se aproximou de Barack Obama, e os dois políticos acabaram formando a chapa que venceu as eleições de 2008 nos Estados Unidos. Biden foi o vice de Obama durante seus dois mandatos.