Notícias » EUA

Biden revoga medida que proíbe transgêneros nas Forças Armadas

A retirada da medida era uma das promessas de Biden e foi muito enfatizada ao longo da campanha

Giovanna Gomes Publicado em 26/01/2021, às 09h14

Joe Biden, presidente dos EUA
Joe Biden, presidente dos EUA - Wikimedia Commons

O presidente americanoJoe Biden, que tomou posse no último dia 20, revogou a proibição de pessoas transexuais servindo nas Forças Armadas, medida anteriormente imposta por Donald Trump. Tal anulação foi promessa de campanha do democrata, que sempre enfatizou o assunto.

Assim, conforme divulgado pela Casa Branca, "os membros do serviço que sejam transexuais não estarão mais sujeitos à possibilidade de serem demitidos ou separados por motivos de identidade de gênero". As informações são do UOL.

No ano de 2016, o Pentágono havia retirado a proibição. "Este é o tipo de pessoa que queremos", disse na época o secretário de Defesa Ash Carter, enfatizando que o órgão não mais baniria militares que se identificam com um gênero diferente do que consta na certidão de nascimento.

Contudo, em 2019, o então presidente Donald Trump proibiu a atuação de transexuais nas Forças Armadas.

Em novembro do ano passado, Biden nomeou Shawn Skelly, comandante transgênero, para participar de sua equipe de transição. Na última semana, o democrata anunciou a nomeação de uma médica pediatra trans como subsecretária de saúde.

Sobre o Joe Biden 

No dia 7 de novembro de 2020, a projeção da agência Associated Press confirmou que o candidato democrata Joe Biden conseguiu atingir 274 delegados — 4 a mais do que o necessário —, sendo eleito o 46º presidente dos Estados Unidos. O presidenciável disputava a vaga contra o republicano Donald Trump, que buscava a reeleição. 

O anúncio da vitória ocorreu após o término da apuração no estado da Pensilvânia. Biden também venceu na contagem de votos totais, com mais de 4 milhões de votos. Veículos como a CNN, The New York Times e NBC também apontaram a vitória do democrata.

Joe Biden não apenas é responsável por tirar o título do ex-apresentador de ‘O Aprendiz’, como também bateu um recorde do antecessor: É o mais velho a assumir o cargo de presidente dos Estados Unidos. 

Formado em história, ciência política e direito, Biden atuou por algum tempo como advogado antes ir para a área da política. Ele foi um senador bem-sucedido, certa vez tendo até seis mandatos consecutivos. 

As duas últimas vezes que tentou concorrer a presidência, não teve sucesso. Foi nessa segunda tentativa, inclusive, que ele se aproximou de Barack Obama, e os dois políticos acabaram formando a chapa que venceu as eleições de 2008 nos Estados Unidos. Biden foi o vice de Obama durante seus dois mandatos.