Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Bilionária

Bilionária mais jovem do mundo pode ser condenada a até 20 anos de prisão

A bilionária Elizabeth Holmes, ex-CEO da Theranos, chegou a ser conhecida como “o próximo Steve Jobs”

Redação Publicado em 11/07/2022, às 13h18

A bilionária Elizabeth Holmes - Getty Images
A bilionária Elizabeth Holmes - Getty Images

A bilionária mais jovem do mundo, Elizabeth Holmes, poderá ser sentenciada a até 20 anos de prisão após ser condenada por fraude de investidores — em um julgamento que foi anulado após ela pagar uma fiança de US$ 500 mil para responder em liberdade.

Na última quinta-feira, o ex-namorado da executiva da Theranos, Ramesh "Sunny" Balwani, que também era um dos principais colaboradores da companhia, foi condenado por fraude de investidores e pacientes da empresa e deve ser sentenciado até o final do ano.

Enquanto isso, Holmes recebeu as mesmas acusações; ela foi considerada culpada em quatro relacionadas a fraude de investidores — três de fraude eletrônica e uma de conspiração para fraude eletrônica — e foi inocentada em quatro sobre fraude de pacientes — sob as mesmas alegações.

O julgamento aconteceu em 3 de janeiro deste ano e chegou a ser anulado. A empresária pôde pagar pela fiança e responder às acusações em liberdade. O veredito do processo deve ser divulgado até setembro.

Segundo o portal Yahoo!, Holmes pode ser condenada a até 20 anos de prisão caso seja considerada culpada das acusações. Ela também deverá pagar uma multa de US$ 250 mil, mais restituição, para cada alegação de fraude eletrônica e de conspiração.

Promessa da tecnologia

A executiva já chegou a ser considerada como “o próximo Steve Jobs” pelo Vale do Silício e era uma promessa da biotecnologia, apontada pela Forbes como a “bilionária mais jovem do mundo” aos 37 anos.

Sua empresa, a Theranos, prometia ter desenvolvido um sensor que captava alterações no sangue por meio de uma simples gota. No entanto, depois das investigações, a companhia perdeu investidores.