Notícias » Reino Animal

Biólogo identifica criaturas marinhas no navio Endurance, revelado mais de 100 anos depois

A tripulação de seres marinhos na embarcação desaparecida desde 1915 surpreendeu internautas

Isabela Barreiros Publicado em 14/03/2022, às 11h46

O navio Endurance com seres marinhos no fundo do oceano
O navio Endurance com seres marinhos no fundo do oceano - Divulgação/Twitter/@griffiths_huw

Um biólogo marinho decidiu identificar os seres marinhos que estão vivendo no navio Endurance, que foi descoberto recentemente pela Expedição Endurance 22 nas profundezas do Mar de Weddell, no oceano Antártico.

Huw Griffiths, do Grupo de Trabalho BAS-Arctic, compartilhou por meio de uma thread no Twitter informações sobre a “tripulação” de criaturas marinhas, contando com fotos dos animais impressionantes que habitam o local de temperaturas congelantes e luz limitada.

Segundo o pesquisador, foram exatamente essas condições específicas que possibilitaram que a embarcação naufragada se tornasse o lar dessas espécies, entre muitas delas desconhecidas da Antártida.

“O naufrágio é incrível, mas também podemos falar sobre algumas das criaturas do fundo do mar #Antártico que agora o chamam de lar”, escreveu Griffiths em seu perfil no Twitter.

Como reportou a revista Galileu, o especialista destacou os lírios do mar amarelo na carcaça do barco que costumavam ser “comuns e diversos em todos os oceanos do mundo até o período Triássico”.

Junto a sua colega de pesquisa, Dra. Katrin Linse, Griffiths também publicou fotos de anêmonas-do-mar da Antártida, que estão nas pranchas do navio, e outra criatura que pode ser um caranguejo yeti, o qual eles não sabiam que habitava o Mar de Weddell.