Notícias » Brasil

Bisneto de Niemeyer critica obra de ‘Os Gêmeos’ na fachada do MON: ‘Eu gostaria que fosse apagada’

De acordo com o Museu Oscar Niemeyer, a intervenção artística é temporária

Penélope Coelho Publicado em 31/08/2021, às 09h03

Obra de 'Os Gêmeos' na fachada do MON
Obra de 'Os Gêmeos' na fachada do MON - Divulgação/RPC Curitiba

De acordo com informações publicadas no último domingo, 29, pelo portal de notícias G1, o bisneto de Oscar Niemeyer, Paulo Niemeyer, criticou a presença de uma obra da dupla de artistas Otávio e Gustavo Pandolfo, conhecidos como ‘Os Gêmeos’, na fachada do Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba.

Segundo revelado na publicação, Paulo usou as redes sociais para demonstrar sua insatisfação: “Deveriam ter o respeito pela arte e criação de Niemeyer, da mesma forma que ele, Oscar, teve para com todo e qualquer artista", escreveu.

Em entrevista à RPC Curitiba, o bisneto do famoso arquiteto — que também segue a mesma profissão — afirmou que deve acionar a Justiça para que a intervenção artística seja removida do MON.

"Eu gostaria que fosse apagada e que eles mostrassem, e o próprio museu, que têm capacidade de fazer isso respeitando a obra do Oscar Niemeyer".

Sabe-se que a obre de ‘Os Gêmeos’ foi autorizada pelo museu e se trata de uma intervenção temporária. A pintura foi realizada para divulgar uma exposição dos artistas que acontecerá em setembro em Curitiba, logo após, o grafite será apagado da fachada, como revelou a reportagem.