Notícias » Brasil

Bolsonaro é o único presidente do G20 a declarar que não se vacinou

O presidente brasileiro se distingue dos outros líderes mundiais com sua atitude

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/09/2021, às 18h28

Jair Bolsonaro, em agosto de 2020
Jair Bolsonaro, em agosto de 2020 - Getty Images

Nesta terça-feira, 21, ocorrer a 76ª Assembleia Geral da ONU, um evento anual em que os líderes de diversos países ao redor do mundo se reúnem para debater soluções para problemas globais. 

O presidente Jair Bolsonaro estará presente como parte dos líderes do G20, grupo formado de 16 nações e o bloco da União Europeia, e se diferencia por ser o único que admite abertamente não ter se vacinado contra a covid-19 e também não ter planos de fazê-lo no futuro, conforme divulgado pela BBC. 

Existem, porém, outros três representantes no G20 cujas informações a respeito de vacinação não foram divulgadas de forma oficial.

São eles, segundo repercutido pela BBC, os ministros das Relações Exteriores da Arábia e da China, e o primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin.

Os chefes de Estado de dois dos países representados por esses políticos, por outro lado, que são o Rei da Arábia, Salman Bin Abdulaziz Al-Saude o presidente da Rússia, Vladimir Putin, fizeram anúncios públicos quando tiveram a oportunidade de se imunizarem contra o coronavírus. 

Apenas o presidente chinês, Xi Jinping, que manteve privado seu status vacinal, sem negar e nem confirmar que tomou o imunizante.