Notícias » Afeganistão

Bombardeio durante funeral no Afeganistão deixa mortos e feridos

Homem-bomba detonou explosivos durante o sepultamento do general Shaykh Akram, na província de Nangarhar

Penélope Coelho Publicado em 12/05/2020, às 11h02

Soldados afegãos em combate na província de Helmande, em 2001
Soldados afegãos em combate na província de Helmande, em 2001 - Wikimedia Commons

De acordo com a agência de notícias AFP, na manhã de hoje, 12, diversas pessoas morreram, ou, ficaram feridas durante um atentado no leste do Afeganistão. Conforme anunciou um porta-voz do governo afegão, o ataque suicida ocorreu durante um funeral.

"Por volta das 11 horas da manhã, um homem-bomba detonou seus explosivos durante um funeral [...] 40 pessoas foram mortas, ou feridas no ataque, segundo informações preliminares”, afirmou Attaullah Khogyani.

O episódio se referia ao sepultamento do general Shaykh Akram, que faleceu na última segunda-feira, 11, após sofrer um ataque cardíaco. O evento foi interrompido diante do disparo dos explosivos. Até então, o Talibã negou a responsabilidade pelo ataque.

Atualmente, forças especiais foram enviadas para o local alvo do ataque, conforme afirmou a porta-voz do Ministério do Interior, Marwa Amini. A tragédia ocorre em um intervalo de tempo muito próximo do disparo de bombas em uma maternidade, no norte de Cabul, deixando mães e crianças feridas e quatro mortos.