Notícias » Entretenimento

Amazon Prime disponibiliza filme que retrata abusos sexuais cometidos por magnata da TV americana

Indicado ao Oscar 2020, a produção O Escândalo, denuncia Roger Ailes por abusos contra diferentes mulheres

Victória Gearini Publicado em 27/08/2020, às 08h55

Cena do filme Bombshell (2019), disponível na Amazon
Cena do filme Bombshell (2019), disponível na Amazon - Divulgação / Lionsgate

Nesta última terça-feira, 25, a Amazon disponibilizou no Prime Video, seu serviço de streaming, o renomado filme Bombshell, que no Brasil leva o título O Escândalo (2019). Indicado em três categorias ao Oscar 2020, a produção ganhou em Melhor Atriz Coadjuvante Internacional, com Margot Robbie. Baseada em fatos reais, a trama retrata as denúncias de abuso sexual que escandalizaram Hollywood. 

Durante a produção do programa The Mike Douglas Show, Roger Ailes chamou a atenção dos diretores por conta de seu talento para a comunicação e, assim, o convidaram para ser o produtor executivo da televisão. Mais tarde, Ailes triunfou em campanhas políticas, trabalhando na reeleição de Ronald Reagan e, posteriormente, ajudou George H. W. Bush nas primárias republicanas. 

Já na década de 90, Ailes deixou a área de consultoria política e retornou para os negócios televisivos, até que em 2005 assumiu a presidência do grupo Fox. Por anos, Ailes foi considerado um homem poderoso e intocável, mas seu império estava prestes a desmoronar. 

Em 2014, Gabriel Sherman lançou a obra The Loudest Voice in the Room: How the Brilliant, Bombastic Roger Ailes Built Fox News - and Divided a Country, em que denunciou Ailes por abuso sexual durante a década de 80. 

Após o caso escandalizar a mídia, diversos outros casos surgiram logo em seguida, sendo o mais notório denunciado por Gretchen Carlson, antiga âncora da Fox News, que  formalizou a acusação de abuso sexual contra o magnata. Posteriormente, Sherman apresentou outras seis vítimas, sendo duas denúncias públicas e outras quatro anônimas.

A história que abalou a TV americana inspirou o filme O Escândalo (2019), indicado ao Oscar de Melhor Filme de 2020, e ganhador na categoria Melhor Atriz Coadjuvante Internacional, com Margot Robbie. A trama conta com um grande elenco, com Nicole Kidman no papel de Carlson e Charlize Teron como Megyn Kelly — âncora que teve destino semelhante ao de Carlson. 

Na obra, Kelly conta que os assédios começaram em 2006 e que o magnata tentou beijá-la por diversas vezes. Quando as denúncias de Carlson vieram à tona, em 2016, a Fox coagiu Kelly a defender Ailes, entretanto, a âncora recusou o pedido. Conforme as denúncias surgiam, os donos da emissora pressionaram o conselho, até que o magnata da comunicação renunciou ao cargo. 

Após a saída da Fox, Roger Ailes desistindo da carreira televisiva e ingressou na campanha política do republicano Donald Trump. Ailes veio a falecer em 2017, em decorrência de maiores complicações geradas pela hemofilia.


+Saiba mais sobre o tema por meio de obras disponíveis na Amazon:

Assine Amazon Prime Video para assistir esta e outras produções - http://www.primevideo.com/site-aventurasnahistoria-20

The Loudest Voice in the Room: How the Brilliant, Bombastic Roger Ailes Built Fox News--and Divided a Country, de Gabriel Sherman (2017) - https://amzn.to/2TneYU6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W