Notícias » Inglaterra

Boris Johnson anuncia fim de restrições para Covid-19 na Inglaterra

Em meio a crise política, o primeiro-ministro do Reino Unido fez com que o uso de máscaras deixasse de ser obrigatório

Paola Orlovas, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 19/01/2022, às 17h00

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, durante discurso
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, durante discurso - Wikimedia Commons

Boris Johnson, o primeiro-ministro do Reino Unido, anunciou nesta quarta-feira, 19, o fim de medidas restritivas contra o avanço do coronavírus que se encontravam em vigor dentro da Inglaterra, como o uso obrigatório de máscaras e incentivos ao regime de trabalho home office. 

A decisão, apoiada por cientistas que acreditam que a onda da variante ômicron atingiu seu pico, foi tomada apenas um dia depois de um novo recorde de mortes ser registrado no Reino Unido, mas fará com que as restrições deixem de existir a partir da próxima semana. As informações são do portal de notícias G1.

O fim das restrições, no entanto, não se dá em todos os países dentro do Reino Unido — como a Irlanda do Norte, a Escócia e o País de Gales, que possuem autonomia própria para definir as suas medidas restritivas.

A média móvel de mortes dentro do Reino Unido se mantém em alta desde o fim de dezembro de 2021, e durante as últimas semanas, o país registrou um aumento no número de novas infecções de coronavírus, devido à variante ômicron.