Notícias » Reino Unido

Boris Johson anuncia que britânicos farão dois testes de coronavírus por semana

Com o objetivo de detectar rapidamente os infectados, o primeiro-ministro do Reino Unido afirmou ainda que os esforços não podem ser desperdiçados

Alana Sousa Publicado em 05/04/2021, às 14h30

Boris Johnson usa máscara e levanta as mãos
Boris Johnson usa máscara e levanta as mãos - Getty Images

Nesta segunda-feira, 5, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou um novo programa para interromper a transmissão do coronavírus no país. A campanha recém-lançada permitirá que os britânicos façam teste de Covid-19 duas vezes na semana.  

“À medida que continuamos a fazer um bom progresso em nosso programa de vacinas e com nosso roteiro para aliviar cautelosamente as restrições em andamento, a testagem rápida regular é ainda mais importante para garantir que esses esforços não sejam desperdiçados”, disse Johnson em declaração repercutida pelo G1. 

O programa visa também detectar mais rapidamente novos infectados, até mesmo aqueles que não apresentam sintomas. Enquanto isso, o político retira algumas restrições buscando ampliar as atividades e a retomada do Reino Unido. 

Os testes para detectar o coronavírus serão enviados para residências, empresas ou ainda poderão ser retirados em farmácias, de acordo com o plano divulgado pelo governo. 

Coronavírus no Brasil e no Mundo

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, atualmente, o Brasil registra 13 milhões de pessoas infectadas, e as mortes em decorrência da doença já chegam em 331 mil no país. 

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano. 

De lá pra cá, a doença já infectou 131 milhões de pessoas ao redor do mundo, totalizando mais de 2,8 milhões de mortes, sendo mais de 300 mil delas apenas no Brasil.