Notícias » Botsuana

Botsuana anuncia que terceiro maior diamante do mundo foi encontrado no país

A pedra preciosa foi descoberta no início do mês, na mina Jwaneng e possui 1.098 quilates

Penélope Coelho Publicado em 18/06/2021, às 09h59

Imagem meramente ilustrativa de um diamante
Imagem meramente ilustrativa de um diamante - Divulgação/PublicDomainPictures/Pixabay

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 17, pelo G1, o presidente de Botsuana, Mokgweetsi Masisi, juntamente com a empresa que extrai pedras preciosas no país, Debswana, realizaram um anúncio informando que o terceiro maior diamante do mundo foi descoberto na região.

Segundo revelado na reportagem, o diamante possui 1.098 quilates e mede 7,3 centímetros de comprimento, 5,2 centímetros de largura e 2,7 centímetros de espessura. Sabe-se que o maior diamante do mundo, nomeado de ‘Cullinan’, foi descoberto em 1905, na África do Sul e tem mais de 3.100 quilates.

A pedra preciosa considerada a terceira maior do mundo foi encontrada no dia 1° de junho, na mina Jwaneng, contudo, a descoberta só foi exibida para a imprensa na última quarta-feira, 16. Até o momento, o diamante ainda não recebeu um nome, mas, isso deve acontecer em breve.

De acordo com as autoridades de Botsuana, a recente descoberta em Jwaneng aconteceu em uma boa hora. O ministro Lefoko Moagi afirmou que o mercado de vendas de diamantes entrou em queda no país em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o achado pode ajudar a revigorar esse setor.

Confira um vídeo do terceiro maior diamante do mundo, publicado pela agência de notícias AFP.