Notícias » Brasil

Brasil: Crianças substituem alimentos saudáveis por processados

Pesquisa realizada pela UFRJ aponta dados preocupantes sobre a alimentação das crianças de até 5 anos

Redação Publicado em 10/12/2021, às 14h20

Imagem ilustrativa de criança comendo
Imagem ilustrativa de criança comendo - Divulgação/Pixabay/StockSnap

Na última terça-feira, 7, foi divulgado um estudo realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) a respeito da alimentação das crianças brasileiras.

Segundo o estudo, no país, oito em cada dez crianças de até cinco anos de idade substituíram uma alimentação saudável para produtos ultraprocessados, como, biscoitos, refrigerante e comidas muito açucaradas.

Segundo o Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani), os dados a respeito dos bebês menores de 2 anos também são preocupantes. A pesquisa revelou que apenas 22,2% das crianças brasileiras entre 6 e 23 meses são alimentadas preferencialmente com vegetais e frutas.

De acordo com a diretora-presidente do Instituto Opy de Saúde, Flavia Antunes Michaud, a ingestão em excesso desses alimentos podem prejudicar a saúde das crianças em longo prazo.

Flavia Antunes Michaud / Crédito: Divulgação/lamcomunicacao

 

“Seguir uma dieta rica em alimentos saudáveis faz com que a obesidade infantil e doenças associadas possam ser evitadas", explica Flávia.

Em um projeto do Instituto Opy de Saúde, Experiências que Alimentam II, desenvolvido pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN), tenta conscientizar sobre a importância de uma alimentação saudável na infância:

"Precisamos entender que a promoção da saúde se tornou algo urgente. O cuidado com a alimentação das crianças é a base fundamental para prevenir diversas doenças em toda uma geração", finalizou Michaud.