Notícias » Rússia x Ucrânia

Brasil não é considerado um país ‘hostil’ pelo Kremlin

O governo russo divulgou uma lista de nações ‘hostis’ à Rússia, dentre as quais o Brasil não está presente

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/03/2022, às 17h20

Kremlin, palácio presidencial russo e patrimônio da UNESCO
Kremlin, palácio presidencial russo e patrimônio da UNESCO - Wikimedia Commons / A. Savin

A nação brasileira tem se colocado em posições consideradamente neutras quando o assunto é a invasão russa na Ucrânia, condenando os ataques russos na ONU, enquanto o presidente Jair Bolsonaro aponta uma postura de ‘imparcialidade’. Essa visão pode justificar o fato do Brasil não aparecer na mais nova lista de ‘países hostis’ à Rússia.

Nesta segunda-feira, 7, a maior agência de notícias russa, a Tass, divulgou que o Kremlin organizou uma lista de nações que são consideradas ‘hostis’ ao país. Dentre os 26 governos presentes no documento, o Brasil não está inserido.

De acordo com a cobertura do portal de notícias G1, a lista foi organizada com base naqueles que aderiram às sanções econômicas que, principalmente, os países ocidentais têm aplicado nas relações comerciais russas. O Brasil, durante seus discursos nas Nações Unidas, tem desencorajado as sanções, mesmo que contrário ao ataque.

O ‘países hostis’ são Estados Unidos, Canadá, União Europeia, Reino Unido (incluindo Jersey, Anguilla, Ilhas Virgens Britânicas e Gibraltar), Ucrânia, Montenegro, Suíça, Albânia, Andorra, Islândia, Liechtenstein, Mónaco, Noruega, San Marino, Macedônia do Norte, Japão, Coreia do Sul, Austrália, Micronésia, Nova Zelândia, Singapura e Taiwan.