Notícias » Coronavírus

Brasil pede liberação para autoteste de Covid-19

Em meio ao aumento de casos, Ministério da Saúde justifica o requerimento do exame para Anvisa como uma ‘estratégia adicional’

Penélope Coelho Publicado em 14/01/2022, às 09h01

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Getty Images

Na noite da última quinta-feira, 13, o Ministério da Saúde entrou com um pedido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para a autorização do uso do autoteste de Covid-19 em solo brasileiro.

Em nota, o Ministério justifica o requerimento informando que a “autotestagem é uma estratégia adicional para prevenir e interromper a cadeia de transmissão da Covid-19, juntamente com a vacinação, o uso de máscaras e o distanciamento social".

De acordo com informações divulgadas pela Globo News, o teste em questão ainda não é liberado no Brasil. Com ele, a coleta de material é realizada em casa pelo próprio indivíduo, entretanto, não é tão preciso como outros exames laboratoriais, como o PCR.

Além disso, também é necessário levar em consideração o fator humano, ou seja, erro no manuseio do teste por pessoas que não são treinadas para tal.

Por isso, o Ministério recomenda que caso aprovado, o exame seja feito como complemento, em uma estratégia de triagem para aqueles que testarem positivo se isolarem.

A Anvisa já havia comentado sobre o assunto, informando que o registro do autoteste de Covid-19 só será possível caso haja uma “política de saúde pública e estratégia de ação estabelecida pelo Ministério da Saúde”.

No momento atual, uma possível escassez de testes laboratoriais para identificação do novo coronavírus está sendo discutida, em meio ao grande número de casos em decorrência da nova variante ômicron.