Notícias » Europa

Brasileiro é preso na Espanha acusado de assassinato de pessoas sem teto

Segundo o intendente responsável pelo caso, “a violência era desmedida e gratuita” e “não deixava nenhum tipo de defesa para a vítima”

Isabela Barreiros Publicado em 29/04/2020, às 08h00

Morador de rua nos Estados Unidos, imagem meramente ilustrativa
Morador de rua nos Estados Unidos, imagem meramente ilustrativa - Pixabay

A polícia de Barcelona, na Espanha, prendeu nesta terça-feira, 28, um brasileiro de 35 anos suspeito de matar ao menos três moradores de rua da cidade. Os crimes teriam acontecidos nas últimas semanas de isolamentos causadas pela pandemia do novo coronavírus.

Em comunicado, autoridades anunciaram “a detenção de um homem relacionado com a morte de pessoas que vivem nas ruas de Barcelona”, logo após a notificação do assassinato de um morador de rua. Um porta-voz da polícia afirmou que "às 23h, recebemos um aviso de que havia uma pessoa morta com sinais de violência em uma rua do centro de Barcelona".

"A forma como esta pessoa atuava não deixava nenhum tipo de defesa para a vítima. A violência era desmedida e gratuita", explicou o intendente Joan Carles Granja, responsável pelo caso. A violenta maneira de execução do crime fez com que ele fosse associado a outros cometidos nas proximidades.

O método era basicamente realizar golpes na cabeça da vítima com um objeto contundente. A partir disso, também foram atribuídos ao brasileiro dois assassinatos ocorridos nos dias 16 e 18 de abril, na mesma região, Sant Cugat del Vallés, na periferia de Barcelona.