Notícias » Estados Unidos

Brasileiros deportados dos EUA relatam maus-tratos

"Alimentação é ruim, crianças passaram mal e não foram medicadas", disse uma mulher

Redação Publicado em 27/01/2022, às 13h00

Criança brasileira deportada
Criança brasileira deportada - Divulgação / TV Globo

Uma brasileira que foi deportada dos Estados Unidos juto da esposa e da filha de 5 anos revelou ter sofrido maus-tratos por parte dos agentes da imigração ao longo de 10 dias, tempo que aguardou ser enviada de volta ao Brasil.

As três fizeram parte de um grupo de 211 brasileiros deportados em um voo vindo do Arizona, que chegou na tarde desta quarta-feira, 26, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Entre os imigrantes ilegais, estavam 90 menores de idade — que, mesmo sendo crianças, também teriam sido negligenciadas.

"Lá é muito frio, deram papel alumínio para gente cobrir do frio. (...) Eles jogaram nossos objetos fora. Não conseguimos falar com os familiares. Eu, minha esposa e minha filha de 5 anos ficamos em salas separadas. Experiência muito difícil", disse a mulher, que não quis se identificar, à TV Globo.

"Queríamos vida melhor, nosso país está pobre, não dá para viver", disse a brasileira natural de Rondônia. Ela afirma ter sido apreendida enquanto atravessava o muro da fronteira. "Ainda não sabemos como vamos voltar para casa."

Geisiane Vieira, que também foi deportada com o marido e os dois filhos disse à emissora que a filha de 12 anos e outras crianças acabaram passando mal, mas não receberam qualquer medicamento.

"Alimentação é ruim, crianças passaram mal e não foram medicadas, minha filha só teve dor de cabeça, mas outras crianças tiveram problemas intestinais. Eles não ofereceram nada. O local onde ficamos era muito frio", relatou a mulher.