Notícias » Europa

Brasileiros que estavam em bunker conseguem sair da Ucrânia em comboio

Entre o grupo de pessoas que chegaram na Romênia está David Neres, atacante da Seleção Brasileira de Futebol

Wallacy Ferrari Publicado em 27/02/2022, às 11h40

Alguns atletas reunidos em fotografia após fuga
Alguns atletas reunidos em fotografia após fuga - Divulgação/Twitter/tariqpanja

Aproximadamente 50 brasileiros, em grupo majoritariamente composto por jogadores de futebol, familiares, funcionários e amigos, conseguiram deixar a Ucrânia após passar os últimos dias em um bunker abaixo de um hotel, acessando a Romênia após um trajeto em comboio de trem e ônibus.

A saída foi concretizada no último sábado, 27, e contou com a escolta de funcionários da Federação Ucraniana de Futebol e da UEFA, instituição que regulamenta competições internacionais de futebol na Europa. O grupo deixou a capital Kiev de trem até chegarem em uma estação de Chernivtsi, no oeste da Ucrânia, onde entraram ocuparam os ônibus até a Romênia, como informou o portal UOL.

Dois jogadores de maior expressão no futebol brasileiro já foram identificados como integrantes do comboio; David Neres, que é frequentemente convocado pela Seleção Brasileira e atuou no São Paulo e Ajax-HOL antes de se transferir ao Shaktar Donetsk-UCR no início de 2022, e Vitinho, que até o ano passado atuava pelo Athletico Paranaense, sendo negociado com o Dínamo de Kiev-UCR no segundo semestre de 2021.

Este último teve sua situação explicada, via Twitter, por seu representante legal, Igor José Ogar: "Graças a Deus conseguimos atravessar a fronteira com todos bem. Quero agradecer a todos que enviaram mensagens positivas, a todos que nos ajudaram e tiraram um pouco do seu tempo para orar por nós”.