Notícias » Música

Brian May, guitarrista do Queen, lamenta enchente que atingiu sua casa: 'É de partir o coração'

O artista, que mora em Londres, desabafou em suas redes sociais: "Parece que muito do meu passado foi apagado”

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/07/2021, às 11h57 - Atualizado às 11h58

O guitarrista Brian May e registro da enchente em sua casa
O guitarrista Brian May e registro da enchente em sua casa - Brian Minkoff-London Pixels via Wikimedia Commons/Divulgação/Instagram/brianmayforreal

Em suas redes sociais, Brian May, guitarrista do Queen, lamentou a enchente que atingiu a sua casa no bairro de Kensington, oeste de Londres, na Inglaterra. Inúmeras casas sofreram com os alagamentos causados pelas chuvas excessivas desse período do ano na região. 

Como relatou a Rolling Stone, May escreveu que a residência em que mora com a esposa Anita Dobson sofreu com os danos causados pelo esgoto que invadiu o porão da casa. Isso fez com que eles perdessem coisas importantes e sentimentais, como álbuns de fotos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Brian Harold May (@brianmayforreal)

 

Ele relatou que "todo o piso inferior foi inundado com um esgoto que transbordou”, além de ter coberto os tapetes e “todos os tipos de coisas preciosas [para nós] com uma lama fedorenta”.

“A maior parte está encharcada e arruinada. É de partir o coração. Parece que fomos invadidos e profanados," escreveu o guitarrista. 

O artista também ressaltou que os itens importantes do passado tinham sido guardados por eles no porão porque pensou ser um local seguro. Incêndios, por exemplo, não acabariam com os documentos sentimentais se eles estivessem no subsolo. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Brian Harold May (@brianmayforreal)

 

Briandisse que foi uma “ironia”. “Hoje tudo se transformou em uma bagunça encharcada. Estou arrasado. Parece o filme De Volta Para o Futuro quando a fotografia desaparece. Parece que muito do meu passado foi apagado”, relatou.

O guitarrista ainda acusou o conselho regional do bairro de ter feito obras que resultariam em enchentes, visto que a região nunca registrou alagamentos antes.

"O conselho foi avisado anos atrás que colocar tantas extensões profundas de porão obstruiria os aquíferos e tornaria o sistema de drenagem ineficaz", apontou.