Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Briga entre adolescentes nos EUA faz com que apenas negro seja algemado

Policiais separaram os dois jovens, mas o tratamento diferente dado a cada um deles foi criticado nas redes sociais

Redação Publicado em 17/02/2022, às 12h14

Registro da ação policial em um shopping em Bridgewater, Nova Jersey - Divulgação/Vídeo/g1
Registro da ação policial em um shopping em Bridgewater, Nova Jersey - Divulgação/Vídeo/g1

Um vídeo, em que dois adolescentes brigam e são separados por policiais em um shopping, nos Estados Unidos, vem circulando nas redes sociais e chamou a atenção em decorrência do tratamento dado pelos oficiais a cada um dos jovens — um dos rapazes é branco, enquanto o outro é negro.

Os dois se desentenderam em um shopping center em Bridgewater, Nova Jersey, quando foram parados pela polícia, que agiu jogando o garoto negro no chão. No caso do jovem branco, ele apenas foi obrigado a se sentar em um sofá.

Na filmagem, ainda é possível ver uma policial colocando o joelho nas costas do adolescente negro. No momento seguinte, o outro policial o algema, enquanto ele ainda está deitado no chão.

"Eles basicamente me jogam no chão e depois um deles coloca o joelho nas minhas costas e coloca as algemas", disse o jovem, que se identificou apenas como Kye, à emissora ABC, como repercutiu o portal G1.

O registro viralizou na web e gerou indignação nos Estados Unidos. Nele, não dá para saber o que acontece após a detenção do jovem, nem o que ocorreu com o outro adolescente envolvido na briga, que não foi detido.

Nas redes sociais, a polícia de Bridgewater afirmou que o vídeo "deixou membros de nossa comunidade irritados" e informou que irá investigar o ocorrido.

Embora uma investigação ainda esteja reunindo os fatos sobre este incidente, estou profundamente perturbado com o que parece ser um tratamento racialmente desigual neste vídeo", escreveu o governador de Nova Jersey, Phil Murphy, também na internet.

Para a diretora da antirracista Rede de Ação Nacional, Steffie Bartley, houve um “viés implícito” na ação policial. "Por que o jovem negro estava no chão algemado enquanto o jovem branco estava sentado no sofá como se ele estivesse supervisionando?" questionou em um nota.

Veja o vídeo: