Notícias » Nova Zelândia

Brincadeira em playground termina em tragédia na Nova Zelândia, após pai cair em cima da filha e matar a criança

O responsável pela garota de três anos se desequilibrou acidentalmente no gira-gira, ao cair causou uma lesão irreparável na menina

Penélope Coelho Publicado em 08/07/2021, às 10h24

Imagem ilustrativa de gira-gira
Imagem ilustrativa de gira-gira - Divulgação / Wuhazet (Henryk Żychowski) / Wikimedia Commons

Em agosto do ano passado, uma brincadeira usual de pai e filha em um playground na Nova Zelândia terminou em tragédia com a morte de uma menina de três anos. As informações só foram divulgadas na última quarta-feira, 7, pelo jornal News.com.au, sendo repercutida também no portal UOL.

De acordo com a reportagem, Robert Foley e a pequena Amberlie Pennington-Foley brincavam em um gira-gira de um parquinho na cidade de Upper Hutt, quando o homem acidentalmente caiu em cima da garotinha.

Na ocasião, o pai da criança estava pulando no brinquedo e se desiquilibrou, resultando em uma queda de corpo inteiro. A queda em cima da filha causou lesões no cérebro e na medula espinhal da menina, que, além disso, também apresentou ferimentos na cabeça e pescoço.

Robert levou a filha às pressas para um hospital, onde Amberlie passou por tentativas de reanimação, mas, não resistiu às lesões e faleceu algumas horas depois.

Em entrevista, Peter Ryan, legista responsável pelo caso, afirmou que o acidente era “difícil de prever”. De acordo com o especialista, a tragédia não teve relação com uma falha no brinquedo nem com uma operação imprudente no gira-gira.

“Não ficaria surpreso em saber que muitos outros pais já haviam operado o gira-gira de maneira semelhante, sem incidentes graves”, revelou Peter.

De acordo com a publicação, Foley também veio a público através da mídia para falar sobre o assunto, o pai da vítima lamentou profundamente o ocorrido:

"Você acorda e pensa, aqui estamos nós de novo. Coração pesado. Ela era minha melhor amiga, minha alma gêmea, ela era tudo o que há de bom comigo”, revelou Robert.