Notícias » Reino Unido

Britânica perde R$ 36 mil em golpe ao se relacionar virtualmente com falso soldado americano

Julie Price sofreu um verdadeiro "golpe militar" ao descobrir que seu webnamoro de quase um ano tratava-se de uma mentira

Wallacy Ferrari Publicado em 09/02/2021, às 09h32 - Atualizado às 21h46

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Uma britânica identificada como Julie Price, 35, foi vítima de um curioso golpe do amor; durante aproximadamente um ano, a moradora de Portsmouth, na Inglaterra, se relacionou virtualmente com um soldado das Forças Armadas dos EUA instalado no Afeganistão, trocando mensagens de carinho e amparo via internet.

Mãe de duas crianças, Julie havia encerrado o divórcio e perdido o pai meses antes de conhecer o suposto combatente, se apaixonando por ele — e o ajudando em diversos momentos.

Durante as trocas de mensagens, enviou fotos íntimas, revelou dados pessoais e chegou a vender o carro, a TV e joias herdadas da avó para enviar dinheiro ao soldado.

Contudo, as desconfianças da britânica passaram a ser cada vez maiores; quando tentava conversar por videochamada, o tal soldado afirmava que poderia ser punido pelo comandante caso fosse pego.

Por isso, Julie ainda tentou leva-lo à Inglaterra, transferindo, em duas ocasiões, o valor da passagem, equivalente a mil libras (aproximadamente R$ 7,3 mil).

A surpresa

Enquanto acessava o Facebook, Julie conheceu um grupo contendo mais de 90 mil pessoas que afirmavam ter sido vítimas de fraude causadas por perfis falsos. Para a surpresa da moça, ao ser aceita, deu de cara com um vídeo do verdadeiro soldado, identificado como Jonathan Ramos, explicando que suas fotos estavam sendo usadas por golpistas.

Ao tentar obter um posicionamento na polícia, foi informada que não era possível fazer muita coisa, visto que não houve extorsão, visto que os dados e quantias foram concedidos pela própria denunciante.

A história, revelada pelo jornal britânico Daily Mail, acrescenta que cerca de 5 mil libras (aproximadamente R$ 36,9 mil) foram enviadas ao farsante.

Em entrevista ao veículo, Julie explicou que estava em um momento de vulnerabilidade e tem vergonha do que fez.

"Me senti abusada e desenvolvi depressão e ansiedade. Estou bem agora, mas nunca vou superar completamente o que aconteceu. Nunca vou recuperar meu dinheiro nem meu tempo, mas posso ajudar outras pessoas a não caírem em romances falsos e isso é mais valioso do que minha vergonha de falar em público”.