Notícias » Reino Unido

Britânico procura amigo que não vê desde os anos 1970 para dar parte da herança de R$ 3,8 milhões

Verne McLean conheceu o homem enquanto fazia um trabalho temporário em outro país por um motivo bizarro

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 18/03/2021, às 13h00

Foto de Verne atualmente (esq.), na época do fato (dir.) e carta nunca respondida (centro inferior)
Foto de Verne atualmente (esq.), na época do fato (dir.) e carta nunca respondida (centro inferior) - Divulgação / Facebook / Verne McLean

O britânico Verne McLean, 75 anos, recebeu o diagnóstico de câncer de próstata em 2018 e, desde então, teve uma crescente piora em seu estado de saúde. Para sua surpresa, os familiares simplesmente não o ajudaram no momento mais difícil da enfermidade e, por conta disso, decidiu destinar parte do dinheiro de sua herança de 500 mil libras (aproximadamente R$ 3,8 milhões) para um velho amigo.

Durante a década de 1970, ele conheceu um homem chamado Mar, enquanto trabalhava como operador de guindaste na Líbia, e fizeram amizade durante uma pausa para almoço; Mar era chefe de cozinha em um restaurante e, ao descobrir que o britânico era vegetariano, mandava porções extras de legumes, sem custo adicional, iniciando uma parceria pelo período em que ficou no país.

Com a ocasião, ambos se reuniam no estabelecimento e aos fins de semana, com Verne conhecendo a família do rapaz: “Quando você ia para a casa deles, o lugar tinha uma certa vida e alma para a festa”, afirmou o britânico ao tabloide The Sun, que revelou a história com a missão de facilitar o reencontro da dupla.

Na publicação, Verne explicou que, após ser transferido de país pelo trabalho, nunca mais conseguiu contato, chegando a enviar correspondências em 1984, sem obter resposta. Agora, ele faz questão de dedicar 10% da fortuna acumulada e apelou aos leitores: "Se você deseja entrar em contato, o que seria bom, isso é inteiramente uma escolha sua".