Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Cabeça de estátua da deusa da saúde com mais de 2 mil anos é encontrada na Turquia

Durante uma escavação na Cidade Antiga de Loadikya, uma parte da estátua da deusa grega da saúde e limpeza foi encontrada; veja mais!

A cabeça encontrada durante escavação - Reprodução / Celal Şimşek
A cabeça encontrada durante escavação - Reprodução / Celal Şimşek

Em uma escavação emocionante na Cidade Antiga de Loadikya, na Turquia, um grupo de pesquisadores da Universidade Pamukkale desenterrou uma relíquia inestimável: a cabeça de uma estátua gigante de Hígia, a deusa grega da saúde e da limpeza.

Estimada em 2.100 anos, a peça representa um marco na história da arqueologia e oferece novas perspectivas sobre a cultura e crenças da época. A descoberta foi revelada ao público nesta sexta-feira, 17 de maio, nas redes sociais do líder da escavação, professor Celal Şimşek. Em um post no Facebook, ele expressou a emoção do momento:

O encontro do sol e nós com Hígia após 2.100 anos em Laodicéia”.

A deusa Hígia

Comumente retratada em esculturas e relevos como uma jovem segurando uma cobra em uma mão e um recipiente na outra, Hígia era filha de Asclépio, o deus da medicina, e Epione, deusa associada ao alívio da dor. Sua figura simbolizava a importância da higiene e da saúde para os gregos antigos, crenças que influenciaram a medicina e a cultura ocidentais por milênios, segundo o portal O Globo.

A descoberta da estátua de Hígia em Loadikya contribui significativamente para a compreensão da presença da deusa na região e reforça a relevância da cidade como centro cultural e religioso durante a era greco-romana. A escavação em Loadikya continua, e os arqueólogos esperam encontrar ainda mais tesouros que revelem os segredos do passado.