Notícias » Arqueologia

Caçadores da Era do Gelo caçavam e comiam carne de lobos, revela estudo

Anteriormente, especialistas tinham apenas certeza que os animais eram utilizados na fabricação de roupas

Caio Tortamano Publicado em 22/05/2020, às 10h03

Ossos de animais analisados por especialistas
Ossos de animais analisados por especialistas - Divulgação

O Instituto de sistemática e evolução de animais da Academia Polonesa de Ciências em Cracóvia analisou ferramentas e itens decorativos feitos de ossos de animais que datam do período paleolítico. Construídos por caçadores, pesquisadores do instituto descobriram importantes fatos a respeito da vida da antiga civilização.

As conclusões a respeito do estudo dos predadores foram publicadas no Jornal da Arqueologia Antropológica, após estudos aprofundados em cavernas e sítios arqueológicos da República Tcheca.

Piotr Wojtal, envolvido na pesquisa, afirmou que cientistas enxergavam a caça de predadores como raposas e lobos como forma de obter pelos para criar roupas. Porém, uma análise aprofundada apontou que lobos tinham perceptíveis marcas de cortes, indicando — além da remoção do pelo — um cuidado em dividir a carcaça em porções menores para o consumo.

 “Até agora, os cientistas estavam convencidos de que lobos e outros predadores eram os alvos da caça principalmente por causa da pele, e certamente não como fonte de carne", afirmou Wojtal na pesquisa.

Além de predadores de pequeno e médio porte, outros grandes tiveram dentes e ossos encontrados no assentamento. Restos de leões da caverna e ursos-pardos também foram cortados com a finalidade de serem consumidos.