Notícias » Rússia

Cães que viviam próximos à indústria química na Rússia apresentam coloração azul

Segundo especialistas, os animais de rua podem ter sido expostos a elementos perigosos

Penélope Coelho Publicado em 18/02/2021, às 12h26

Fotografia de cães com pelo azul, localizados na Rússia
Fotografia de cães com pelo azul, localizados na Rússia - Divulgação/Twitter/@Leviatha99

Nos últimos dias, imagens de cachorros azulados fotografados em ruas da cidade de Dzerzhinsk, na Rússia, vêm chamando atenção nas redes sociais e despertando preocupação em especialistas. As informações são da agência de notícias Reuters e foram divulgadas pelo portal G1.

Segundo revelado na reportagem, os animais que apresentam uma coloração diferenciada nos pelos viviam perto de uma fábrica de polímeros abandonada da cidade. O local abrigava diversos produtos químicos como: ácido cianídrico e sulfato de cobre.

Após a repercussão das imagens dos cães, as autoridades foram acionadas pelos moradores da região. Os animais foram realocados em um abrigo e passaram por exames para detectar o motivo da pelagem azul, especialistas alertam que o contato desses animais com tais produtos pode desencadear problemas sérios e até levar a morte.

Após os exames, os veterinários concluíram que o estado de saúde dos cachorros avaliados é satisfatório. “Coletamos amostras de sangue, os dados bioquímicos estavam normais", afirmou a chefe da clínica Ilya Kazakov, para a Reuters.

De acordo com as autoridades da Rússia, os responsáveis pela antiga fábrica serão acionados para resolver o ocorrido. Sabe-se que os especialistas optaram pela esterilização dos animais — que devem ser soltos novamente após o procedimento.

Apesar do reboliço em volta do assunto, até o momento, não houve manifestação para a adoção dos animais por parte da população.

Confira o vídeo.