Notícias » Brasil

Caetano Veloso cobra R$ 2,8 milhões de Olavo de Carvalho por descumprir decisão judicial

O guru de Bolsonaro se recusou a excluir mensagens que relacionam o cantor à pedofilia

Joseane Pereira Publicado em 12/12/2019, às 09h00

Caetano Veloso em abril de 2019
Caetano Veloso em abril de 2019 - Getty Images

O cantor brasileiro Caetano Veloso cobrou 2,8 milhões de reais do escritor Olavo de Carvalho pelo descumprimento de decisão judicial, que solicitava ao guru de Bolsonaro a remoção de "mensagens que relacionem o cantor à pedofilia” de suas redes sociais. Escritas por Olavo, as mensagens seriam relativas ao namoro de Caetano com a atriz brasileira Paula Lavigne, quando ela contava com 13 anos e o músico tinha 40.

Segundo decisão da justiça, Olavo deveria excluir todo o conteúdo ofensivo sob pena de pagar multa de 10 mil reais por dia. Após 281 dias de desobediência, a equipe de Caetano contabilizou as multas, resultando em 2,8 milhões de reais que deverão ser pagos dentro de 15 dias.

“Ele não pode mais recorrer da sentença, pois perdeu o prazo para a apelação”, afirmou Simone Kamenetz, advogada do cantor. Até o momento, Olavo de Carvalho não respondeu à cobrança da dívida.