Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Alemanha

Candidato de extrema-direita é esfaqueado no oeste da Alemanha

Político do partido Alternativa para a Alemanha (AfD) foi atacado após confrontar uma pessoa que tentava rasgar um cartaz eleitoral

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 05/06/2024, às 08h20

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O candidato Heinrich Koch - Divulgação/Facebook
O candidato Heinrich Koch - Divulgação/Facebook

Um político do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), de extrema-direita, foi atacado com uma faca em Mannheim, no oeste do país. O partido afirmou nesta quarta-feira, 5, que o candidato Heinrich Koch foi ferido após confrontar uma pessoa que tentava rasgar um cartaz eleitoral na noite de terça-feira, conforme relatou Emil Saenze, líder da AfD na região de Baden-Wuerttemberg.

O incidente ocorre em um momento de tensão crescente, com várias regiões alemãs realizando eleições municipais em 9 de junho, coincidentemente o mesmo dia das eleições para o Parlamento Europeu, conforme informações do portal O Globo.

Na semana passada, Mannheim foi palco de outro ataque violento. Durante uma manifestação anti-Islã, um homem de 25 anos esfaqueou mortalmente uma pessoa e feriu outras cinco, incluindo o ativista de extrema-direita e blogueiro Michael Stuerzenberger. Um policial de 29 anos, que interveio no incidente, foi esfaqueado várias vezes e faleceu no domingo em razão dos ferimentos.

Políticos atacados

A Alemanha tem presenciado uma série de ataques contra políticos durante a campanha para as eleições europeias. Em maio, Matthias Ecke, membro do Parlamento Europeu, foi agredido por um grupo de jovens enquanto afixava cartazes eleitorais em Dresden, no leste do país. Pouco depois, a prefeita de Berlim, Franziska Giffey, sofreu um ataque na cabeça e no pescoço enquanto visitava uma biblioteca na capital.

Esses eventos sublinham um clima de crescente violência política na Alemanha, especialmente em um período eleitoral tão crucial.