Notícias » Arqueologia

Canhão da Primeira Guerra é surpreendentemente encontrado no Canadá

O Feldkanone 96 alemão foi desenterrado em um antigo campo de beisebol em Ontário

Isabela Barreiros Publicado em 28/12/2020, às 14h27

O canhão alemão da Primeira Guerra
O canhão alemão da Primeira Guerra - Divulgação - PEN News

Uma equipe de construtores foi responsável por encontrar um canhão de artilharia alemão que foi usado durante a Primeira Guerra Mundial e permaneceu perdido por todos esses anos. Ele foi desenterrado em um antigo campo de beisebol em Ontário, no Canadá.

Segundo Aldo DiCarlo, prefeito de Amherstburg, ele era um troféu de guerra.“A peça de artilharia era um troféu de guerra capturado durante a Primeira Guerra pelas tropas canadenses. Foi um dos pouco mais de 1.100 troféus semelhantes - obuseiros, morteiros de trincheira e canhões de campanha - que foram enviados de volta ao Canadá em 1922”, explicou.

O político afirmou ainda que a maioria dos itens do tipo foram entregues à fornalha da fundição já durante a Segunda Guerra Munidal, “para contribuir com esse esforço de guerra”. No entanto, o canhão acabou sendo perdido e não serviu para esse intuito, sendo um dos últimos de seu tipo que ainda existem nos dias de hoje. 

DiCarlo explicou também que investigações sobre onde o armamento foi usado pela última vez. “Ainda estamos buscando informações sobre a captura da arma, presumivelmente em um dos principais combates canadenses, como a segunda batalha de Cambrai”, concluiu.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.