Notícias » Brasil

Pescadores brasileiros capturam atum raro e caro de 350 quilos

Se engana quem pensa que o episódio teve um desfecho feliz; entenda!

Redação Publicado em 27/04/2021, às 21h00

O momento da captura do animal
O momento da captura do animal - Divulgação/Vídeo

Um episódio peculiar ocorreu no Rio Grande do Norte, especificamente em Areia Branca. Conforme divulgado pelo portal de notícias UOL, um atum azul, animal raro, de 350 quilos, foi fisgado.

De tão em falta e alvo de concorrência no Japão, o animal pode render até 140 mil reais para quem capturá-lo. Para se ter ideia, a reportagem explica que no ano de 2020, um desses animais, com 276 quilos especificamente, foi leiloado no Japão por 1,8 milhões de dólares.

É de se imaginar que o episódio tenha representado uma verdadeira festa para os pescadores brasileiros, contudo, não foi bem isso que aconteceu.

Longa pescaria 

Isso porque a pescaria não foi finalizada no momento de captura do gigante, o que acabou prejudicando o consumo do animal. A explicação foi dada por Gabriella Minora, que é gerente de Gestão Ambiental de Areia Branca, durante conversa com o portal de notícias UOL.

Os homens envolvidos no episódio acabaram por continuar na aventura durante 15 dias, enquanto o peixe era preservado no gelo, contudo, não foi suficiente.

O dono do barco, conforme repercutido pelo UOL, explicou que além de não contarem com o equipamento ideal para refrigeração, também não sabiam do tempo curto que tinham após fisgar o peixe. 

Mas qual foi o destino do animal?

Bom, como o comércio local não conseguiu comprar a carne, o peixe enorme acabou sendo compartilhado entre pessoas que vivem no local.

"É necessário todo um cuidado para manusear o peixe. Esse tempo todo fez perder a qualidade de sua carne. Não conseguiram exportar e acabaram dividindo entre eles”, disse Minora.

O proprietário do barco também afirmou que muitas pessoas imaginam que os pescadores podem ter enriquecido após o episódio.

"Aí, estou até com medo de vir ladrão atrás de mim. O peixe vai virar fritura para a gente mesmo. Já dividimos”.

Confira o vídeo da captura abaixo.