Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Acidente

Carro elétrico explode ao carregar bateria, na China

Esse não é um caso isolado, outras marcas já tiveram problemas similares

Redação Publicado em 24/06/2022, às 18h53

Carro pega fogo, em vídeo - Divulgação / Youtube / Liveleak
Carro pega fogo, em vídeo - Divulgação / Youtube / Liveleak

Um vídeo publicado pelo canal Liveleak, no Youtube, mostra o momento exato em que um veículo elétrico explode enquanto recarregava sua bateria. O incidente aconteceu na cidade de Sanming, província de Fujian, na China, em 20 de agosto de 2020.

Segundo portais de notícias chineses, os bombeiros foram acionados ainda quando o carro estava apenas soltando fumaça. Os profissionais estavam tentando resfriar o automóvel somente utilizando água quando aconteceu a explosão. As portas do carro foram arremessadas a metros de distância, mas ninguém ficou ferido. A causa do acidente ainda está sob investigação.

De acordo com sites internacionais, o veículo parece se tratar de um BAIC New Energy EX360, SUV elétrico puro, que possui uma bateria de lítio ternária. Os fornecedores de bateria de energia do carro em questão incluem, mas não estão limitados, a Funeng Technology (Ganzhou) Co., Ltd. A energia da bateria é de 48,1 kWh.

Casos similares

Outro caso aconteceu dia 21 de agosto, na cidade de Huangshi, província de Hubei. Um ônibus estava recarregando a bateria quando ela explodiu e começou a pegar fogo. Os bombeiros conseguiram chegar a tempo de apagar o fogo e desconectar o dispositivo de carregamento, não havendo perdas.

Em abril de 2019, um Tesla Model S também pegou fogo e explodiu enquanto recarregava, em um estacionamento em Shanghai. Outro caso envolvendo um Tesla, também Model S, aconteceu em junho de 2019 na Bélgica.

O veículo estava recarregando quando pegou fogo. Segundo algumas pesquisas, via Uol, apontam que incêndios envolvendo baterias de lítio, usadas em celulares e carros elétricos, não devem ser combatidos com água, devido à combinação desses dois materiais serem altamente inflamáveis.