Notícias » Mundo

'Carros voadores' da Embraer também serão usados na Escandinávia

A companhia brasileira fechou um acordo com uma empresa nórdica focando na implantação do tráfego urbano aéreo

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/11/2021, às 17h35

Ilustração representando o veículo futurístico
Ilustração representando o veículo futurístico - Divulgação/ Embraer

Nos últimos meses, a Embraer chamou atenção por lançar um produto diretamente saído de filmes futurísticos: o eVTOL, um veículo que ficou conhecido como um "carro voador". O meio de transporte também é movido à eletricidade, assim liberando zero emissões de carbono. 

Desde então, a companhia brasileira tem fechado vendas para diversos países, ainda que as entregas em si estejam previstas para começarem em 2026.

O desdobramento mais recente nesse sentido foi a parceria da Eve, a dona da Embraer, com a Widerøe, uma companha aérea que atua na região escandinava, algo que foi anunciado nesta quarta-feira, 10. 

Vale lembrar que o território escandinavo — ou nórdico — é formado por três países, Noruega, Suécia e Dinamarca. 

Segundo repercutido pela Folha de São Paulo, a colaboração pretende desenvolver alternativas de "mobilidade aérea urbana".

É importante destacar que embora a introdução do eVTOL seja um pilar central deste plano, ele também inclui a instalação da infraestrutura necessária para estabelecer esse sistema de tráfego aéreo. 

"Nossa parceria com a Eve faz parte do plano para acelerar o desenvolvimento da aviação sustentável na Noruega. Estamos ansiosos com a ampliação da parceria para explorar novas oportunidades para melhorar a conectividade regional", relatou o CEO da Widerøe Zero (braço da empresa nórdica que trabalhará lado a lado com a companhia brasileira), Andreas Kollbye Aks, ainda conforme o veículo.