Notícias » EUA

Casal norte-americano é preso por vender informações confidenciais sobre navios nucleares dos EUA

A informação foi confirmada pelo Departamento de Justiça dos EUA no último domingo, 10

Redação Publicado em 11/10/2021, às 09h44

Navio de guerra americano
Navio de guerra americano - Getty Images

Um casal, acusado de comercializar informações sobre navios nucleares dos EUA a estrangeiros, foi preso em flagrante no estado da Virgínia Ocidental, no último sábado, 9.

De acordo com um comunicado realizado pelo Departamento de Justiça, Jonathan Toebbe e sua esposa venderam "informações conhecidas e dados restritos sobre o projeto de navios nucleares a uma pessoa que acreditava representar um país estrangeiro".

Conforme informou o UOL, Toebbe e sua cônjuge teriam fornecido informações em troca de US$ 100.000 em criptomoedas.

No mês de abril de 2020, eles enviaram um pacote para um suposto governo estrangeiro, contendo "uma amostra restrita de dados e instruções para estabelecer um relacionamento clandestino", diz a denúncia. No entanto, o destinatário era, na verdade, um agente do FBI disfarçado.

Segundo a fonte, o infiltrado ofereceu um presente a Jonathan por meio de e-mail, como forma de agradecimento. No entanto, Toebee preferiu receber a recompensa em criptomoedas.

Nos meses que se seguiram, o casal transferiu novos dados por meio de cartões de memória. Conforme afirmou o agente, na primeira dessas entregas, "o cartão SD foi embrulhado em plástico entre as fatias de pão de um sanduíche de pasta de amendoim". Nas demais ocasiões, o objeto foi escondido em um pacote de chiclete e um band-aid.

Na última dessas entregas, ocorrida no sábado, 9, ambos acabaram sendo presos pela polícia norte-americana.