Notícias » Chile

Casamento gay no Chile: projeto será votado novamente

Divergências impediram que a medida fosse aprovada; entenda

Redação Publicado em 07/12/2021, às 10h16

Bandeira LGBTQIA+
Bandeira LGBTQIA+ - Getty Images

O projeto de lei que permitiria o casamento igualitário no Chile terá de passar por mais uma votação no Congresso do país, em razão de grandes divergências entre os membros mais conservadores do Parlamento.

A medida busca permitir que seja chamada de "casamento" a união entre pessoas do mesmo sexo no país, uma vez que a união é reconhecida somente como Acordo de União Civil (AUC).  Além disso, o projeto deverá garantir direitos à adoção e filiação, que não são previstos pelo acordo.

De acordo com informações do UOL, a votação final deveria ter ocorrido na terça-feira, 30. No entanto, a iniciativa teve de ser revisada por uma comissão especial formada por senadores e deputados na última segunda-feira, 6. Nos próximos dias, o Congresso deverá dicidir finalmente se a medida deverá ou não ser aprovada.

Segundo o portal de notícias, a decisão foi bem recebida pela comunidade LGBTQIA+, ainda que a mesma tenha denunciado que a revogação de diversos artigos considerados transfóbicos teria sido deixada para trás durante a discussão.

"Apesar disso, em termos gerais, podemos dizer que estamos satisfeitos porque o texto reconhece o casamento e todos os tipos de filiação e isso é uma notícia muito boa. Esperamos que seja processado rapidamente", declarou diretora da Fundação Iguais, Isabel Amor.