Notícias » Chile

Casamento igualitário pode ser aprovado no Chile

O Senado decidirá se pessoas do mesmo sexo poderão ter os mesmos direitos que casais heterossexuais

Redação Publicado em 30/11/2021, às 12h10 - Atualizado às 13h51

Na imagem, casal do mesmo sexo dá as mãos
Na imagem, casal do mesmo sexo dá as mãos - Getty Images

O casamento entre duas pessoas do mesmo do sexo poderá se tornar lei no Chile, caso uma medida em defesa dos direitos da população LGBTQIA+ seja aprovada pelo Senado nesta terça-feira, 30.

"Este projeto deve ser lei agora. Não há mais desculpas para continuar ampliando a discussão no Congresso, com centenas de famílias esperando ansiosamente", declarou a diretora executiva da Fundação Iguales, Isabel Amor.

De acordo com informações do UOL, o projeto tem como objetivo a busca por direitos iguais independentemente do sexo das pessoas que deverão compor o casamento.

"O amor não discrimina, mas a lei sim. No Chile não somos reconhecidos como família; o casamento igualitário é uma reivindicação de anos", disse Lorena Grez, que ajudou a reunir 20 mil assinaturas a favor da aprovação do projeto.

Atualmente, casais do mesmo sexo podem obter o Acordo de União Civil, aprovado no ano de 2015, o qual permite somente uma parte dos direitos que um casal heterossexual teria.

As exceções são a possibilidade de adoção, além dos direitos de filiação de filhos pelos casais do mesmo sexo.