Notícias » Brasil

Caso Henry: Novo advogado de Jairinho já defendeu goleiro Bruno

A antiga defesa abandonou o caso em meio à denúncia de ameaça

Redação Publicado em 27/01/2022, às 07h30 - Atualizado às 08h20

Jairinho durante sessão da Câmara de Vereadores, em 2019
Jairinho durante sessão da Câmara de Vereadores, em 2019 - Divulgação/Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio

O médico e ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, mais conhecido como Jairinho, está com novos advogados após a antiga defesa abandonar o processo, em que o réu é acusado de torturar e matar o enteado, Henry Borel, de 4 anos.

O advogado anterior deixou o caso em meio a polêmicas. A mãe do menino e também acusada pelo crime, Monique Medeiros, havia dito que foi ameaçada na cadeia pela defesa do ex-namorado para que assumisse inteiramente a culpa pela morte da criança.

De acordo com informações publicadas na última quarta-feira, 26, pelo jornal O Globo, uma procuração para a mudança de advogados foi assinada por Jairinho e enviada para a juíza do II Tribunal do Júri.

Com isso, Lúcio Adolfo da Silva e Telmo Bernardo assumem a defesa no lugar de Braz Sant’Anna. Segundo revelado na reportagem, Lúcio também foi o responsável por defender o goleiro Bruno Fernandes.

O caso em questão chamou a atenção em 2010. Na época, o então jogador do Flamengo foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo homicídio e ocultação de cadáver da modelo Eliza Samudio, além de cárcere privado e sequestro do filho.