Notícias » Crimes

Caso Madeleine McCann: Testemunha afirma que principal suspeito alugou casa na mesma época do sumiço da garota

Essa semana, a polícia iniciou buscas em um terreno na Alemanha, agora, um vizinho forneceu uma pista crucial

Alana Sousa Publicado em 29/07/2020, às 12h45 - Atualizado às 12h47

Madeleine McCann
Madeleine McCann - Wikimedia Commons

Após a polícia alemã iniciar na última segunda-feira, 27, uma busca em um canteiro perto de Hanover, na Alemanha, por possíveis vestígios do corpo da pequena Madeleine McCann, uma nova pista parece tornar o local ainda mais suspeito.

Um vizinho da região afirmou à BBC que o principal suspeito do caso, Christian Brueckner, de 43 anos, alugou o terreno em 2007. O homem, que não teve sua identidade revelada, alegou que o criminoso ficou por alguns meses no local e, em agosto daquele ano, foi embora e nunca mais voltou.

A promotoria já havia afirmado que existem provas concretas que Brueckner é o responsável pelo desaparecimento da garota, há 13 anos. Ele teria raptado Madeleine em Portugal, onde ela passava férias com a família.

Atualmente, Christian cumpre pena de 21 meses por tráfico de drogas em uma prisão em Kiel, na Alemanha. As autoridades acreditam que ele também esteja envolvido em outros sequestros de menores no mesmo período.