Notícias » Esportes

Caso Peng Shuai : Tenista diz estar “em choque” com o desaparecimento da colega

“A censura nunca é OK a qualquer custo, espero que Peng Shuai e sua família estejam”, declarou Naomi Osaka

Fabio Previdelli Publicado em 20/11/2021, às 09h41

A tenista Peng Shuai em ação
A tenista Peng Shuai em ação - Getty Images

Após a Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês) cobrar explicações sobre o desaparecimento da tenista chinesa Peng Shuai , ex-nº 1 no ranking de duplas, conforme noticiou mais cedo a equipe do site do Aventuras na História, agora foi a vez da tenista Naomi Osaka se pronunciar sobre o caso, do qual diz tê-la deixado em choque. 

Fui informada recentemente que uma amiga tenista desapareceu pouco depois de revelar que sofreu abuso sexual. A censura nunca é OK a qualquer custo, espero que Peng Shuai e sua família estejam bem. Estou em choque com a situação atual e estou enviando amor e luz para ela. #ondeestáShuaiPeng”, tuitou. 

No começo de novembro, Peng Shuai revelou na rede social Weibo, a principal plataforma do país, que sofreu abuso sexual de Zhang Gaoli, ex-vice-primeiro-ministro do país. Desde então, a esportista está desaparecida.

O francês Le Monde, primeiro jornal a noticiar o desaparecimento de Peng Shuai, levantou a hipótese da tenista ter fugido para os Estados Unidos. Mas a possibilidade não foi confirmada. 

Isso fez com que a Organização das Nações Unidas, ONU, na última sexta-feira, 19, emitisse um pedido para a China solicitando a liberação de provas de que a tenista Peng Shuai esteja viva.

"Seria importante ter provas do local onde ela está e saber se ela está bem. Pedimos a abertura de uma investigação transparente sobre alegações de agressão sexual", disse Liz Throssell, porta-voz do Alto Comissariado dos Direitos Humanos em Genebra, durante entrevista coletiva.