Notícias » Japão

Castelo de Shuri já havia sido consumido pelas chamas durante a Segunda Guerra

Na madrugada de hoje, 31, o importante centro histórico japonês foi danificado após um incêndio

André Nogueira Publicado em 31/10/2019, às 10h56

None
- Divulgação / YouTube

O Castelo Shuri, Patrimônio Mundial da UNESCO em Okinawa, Japão, pegou fogo na madrugada de hoje, 31. O corpo de bombeiros de Naha recebeu a chamada de emergência às 2h40 e rapidamente chegou ao local. No entanto, a estrutura foi consumida pelas chamas.

O castelo foi construído há 500 anos pela dinastia Ryukyu de Okinawa e já havia queimado por inteiro durante a Segunda Guerra Mundial. O local era usado como aposentos da nobreza regente local no Período Sanzan e, no século 19, após a anexação de Okinawa ao Império Japonês, de tornou quartel do exército.

Crédito: Wikimedia Commons

 

Depois da Segunda Guerra, o Castelo de Shuri foi reconstruído para abrigar a Universidade Ryukyu, onde ficou até 1975. Em seguida, passou por diversas mãos até seu interior se tornar o Parque do Castelo de Shuri. Desde cedo, o local possui centralidade na vida política e religiosa da sociedade daquela ilha.

Castelo destruído na Segunda Guerra / Crédito: Domínio Público

 

O castelo foi declarado Tesouro Nacional do Japão em 1933 e era um dos principais sítios históricos do território okinawano. Sofreu diversos danos e reformas durante sua história, o que inclui uma importante restauração ocorrida em 1992.