Notícias » Ciência

Caverna mais profunda do mundo é, na verdade, duas vezes mais funda do que pensado

Novas análises revelaram que o Abismo Hranice, na República Tcheca, é ainda mais impressionante

Isabela Barreiros Publicado em 03/09/2020, às 16h05

O Abismo Hranice, na República Tcheca
O Abismo Hranice, na República Tcheca - Radim Holiš/Wikimedia Commons

Localizada na República Tcheca, a caverna, que leva o nome de Abismo Hranice, é duas vezes mais profunda do que antes de pensava. Ela já era considerada a caverna de água doce mais funda do mundo, mas o que não se esperava era que ela, de fato, tinha muito mais profundidade do que pesquisas anteriores indicavam.

Um novo estudo publicado na revista científica Journal of Geophysical Research: Earth Surface revelou que o Abismo Hranice é duas vezes mais profundo do que foi estabelecido anteriormente. Em vez de ter quase 400 metros no abismo, ele tem 999,744, ou seja, quase mil metros de profundidade.

A primeira medição foi realizada em 2016 utilizando a técnica de mergulhar um veículo operado remotamente para o fundo da caverna. Agora, pesquisadores utilizaram outros métodos diferenciados, como uso de eletrodos e pequenos explosivos, para entender onde estava o fundo do abismo.

O estudo tornou-se importante para além da medida do Abismo Hranice: é possível que essas ferramentas possibilitem novas análises em cavernas que já tinham sido medidas. “Pode ser que outras cavernas tenham a mesma história ou que cavernas [de forma semelhante] possam ser ainda mais profundas”, disse o geólogo Francesco Sauro da Universidade de Bolonha.